solte o verbo
pergunte
quem somos
nós
o motivo
desejo
o recomendo
inspiração
volte sempre
adeus
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
totalmente feito por chasing69
"Sempre me lembro de você, das nossas brigas, dos nossos beijos, das nossas brincadeiras. Já reparei que brigavamos demais e atoa, pois nunca fomos mais do que bons amigos. Só demoramos pra ver isso."
JL - A Poesia Da Vida.

"- Garçom… Que dose de mentira você tem?
- Temos: eu te amo, nunca vou te deixar, eu quero você comigo, sinto saudades e também temos uma que anda saindo bastante:pode confiar em mim.
- Ah… Manda todas que hoje eu quero me iludir!"
Autor desconhecido (via alcooltecimentos)

"Já pensei em te pedir em namoro, te mandar flores no meio da aula, com um anel de compromisso. Já pensei em te ligar no meio da madrugada pra dizer que não consigo dormir te imaginando e o quanto te amo. Já pensei chegar na sua casa pedir sua mão em casamento pro seu pai. Já pensei em alugar um apartamento pra gente. Já pensei em tantas coisas e essas vontades só crescem, mas essas loucuras sejam aceitáveis, caso eu fizesse?"
JL - A Poesia Da Vida.

"Eu vou tentando não sentir falta das coisas que fiz ou deixei de fazer, não quero mais ser atormentada por coisas que eu não fiz, não quero mais ser julgada pelas que eu fiz, não quero mais ter saudades das coisas que eu não tenho, estou tentando ser feliz com o que tenho e lutando pelo que quero ter, vivendo e deixando morrer."
JL - A Poesia Da Vida.

"Não precisamos ser perfeitos, não precisamos ir a jantares, festas de família, ouvir música romântica, tomar vinho em frente a lareira. Podemos ir ao show de rock, chegar bebados e fazer amor. Podemos ir ao mercado comprar guloseimas, você reclamando estar mal vestida pois está de jeans, allstar e uma blusa do The Strokes. Podemos ir ao cinema, fazer guerra de travesseiros, brigar, gritar e depois olharmos um pro outro rindo pois sabemos que por mais diferente que seja, é melhor pra gente."
JL - A Poesia Da Vida.

"Sentimento novo, sentimento diferente… Essa coisa estranha que eu sinto por você… Amo-te, como? Mal te conheço. Te desejo? Mal te tenho. Não sei te explicar, não sei como entender… Só sei que o que eu mais queria agora era o seu abraço, seu beijo, suas mãos, seu toque, perfeito a sua maneira. Queria que estivesse aqui comigo, dessa vez mesmo que pela ultima vez."
Matheus Assaf & JL - A Poesia Da Vida.

"Dizer que não sinto falta de você, seria minha maior mentira, pois eu sinto falta de cada conversa, de cada briga, de cada música, de cada texto, de cada lembrança. Você esteve comigo em todos os momentos, assim como eu estive contigo em todos eles. Faz um tempo que não nos falamos, esse tempo foi diferente sem você aqui. E a nossa amizade começou por causa de uma música, Trama do Pollo que você publicou por causa das suas ex. Então começamos a conversar toda madrugada. Começamos a sentir muita falta e ciumes um do outro, já nos conhecíamos bastante, tínhamos uma história parecida, romances conturbados. Você amava uma guria que não ligava pra você, e eu era perdidamente apaixonada por uma pessoa que havia me trocado. Além de nossas histórias serem muito parecidas por causa de gostarmos e não sermos correspondido, tínhamos gostos muito parecidos, amávamos Leoni, Engenheiros, Legião, Caio Fernando Abreu e o sofrimento. Sempre lembro do dia que tiramos aquela foto, ambos chorávamos, acho que chorávamos pois sabíamos que não poderíamos ajudar um ao outro, ai você se foi. E eu não te culpo, sou complicada demais. Mas também, não me culpo, você era confuso. Desejo para você toda felicidade do mundo, que encontre alguém que possa te cuidar e nunca esqueça que eu te amo demais. E te agraço por me fazer entender que “A saudade é grande, mas o orgulho é ainda maior.”"
JL - A Poesia Da Vida.

"Depois de tanto tempo procurando alguém que me fizesse feliz, percebi que a minha felicidade está nas minhas mãos. Decidi limpar os armários, arrumar o quarto, tirar o pó dos livros e das fotos pra guardar de recordação de um passado que não volta, limpei a mente, arrumei a alma, fiz uma faxina no coração."
JL - A Poesia Da Vida.

"Acho que já fechei e abri esse bloco de notas por repetitivas vezes. Não sei, talvez falte ideia, talvez falte inspirações e palavras que se encaixem ao que eu quero dizer. Bem, como sempre eu quero dizer a você todas essas coisas clichês, que acho e que com toda certeza, eu também estaria cansada de ler. E me desculpa, mas sinceramente hoje eu não sei como fazer você entender. Hoje, acho que não consigo organizar as palavras em linhas retas e com simples explicações. Não consigo manter as lágrimas e esconder a minha saudade em baixo de palavras. Hoje, sinceramente estou mais sensível do que todos os dias. Eu sei, você deve tá pensando “Isso é realmente possível?” mas é. Apesar de eu ser tão mais tão sensível a ponto de me ferir com simples gestos e palavras, porque hoje estou me rasgando com elas. Porque aquela maldita música tocou no rádio. É, exatamente aquela, a nossa música. Que mesmo que a letra fosse sem nexo e nem mesmo a falta de sentido dela encaixasse com nós. Mas nós gostavámos do ritmo não é mesmo? Gostavámos de verdade de cantar - ou melhor, gritar a letra dessa música estúpida. Mas hoje, eu tive vontade de gritar com a música. Quis xingar a merda desse compositor e também a porra dessa estação de rádio, porque ele tinha que tocar essa música? Porque cada vez que ela tocava eu escutava o grito da sua voz cantando junto com ela. E adivinha, eu não mudei a estação. Nem mesmo tapei os ouvidos e sai da sala, eu continuei a ouvir e xingar cada vez a droga dessa música. E provavelmente você deve estar dando seu riso com seu tom de melodia perfeito. Eu ouvi ela na música, e por isso mesmo eu não quis mudar, nem deixar de escutar. Eu queria continuar ali dando nomes baixos e sujos para essa música, mas que na verdade, eu amei mais a música naquele momento. Estranho não? Mas é que eu conseguia escutar sua voz tão perfeitamente, e pela primeira vez dei a devida atenção nisso. Confesso que depois que ela terminou de tocar, eu fui correndo pro banheiro chorar. Me afundei cada vez mais na melodia da sua voz, e não da música, e quando eu vi eu fui me afogando nessa nostalgia perfeita de tudo que passou entre nós. Fiquei horas lembrando de você, agachada no chão com o rosto cobrido de lágrimas de saudade. E antes mesmo que você resmungue com você mesmo que na carta passada eu disse que tinha te esquecido, eu sei disso. Eu sei muito bem que disse que te odiava a partir do momento que me deixou. Que o tempo mais perdido na minha vida foi ao seu lado. Mas mesmo no ódio há a presença do amor, e o tempo? Ah, foi o melhor tempo perdido. Mas eu ainda vou escrever isso pra você muitas vezes. Porque ainda procuro formas de te esquecer, assim como agora procuro formas de tirar a droga da sua voz, cantando a droga daquela música."
A droga da nossa música. Larissa R (smileworld)

Posted 2 years ago - 140 notes
© uncol0ured

"Em terra de sofredores, quem não tem coração é rei."
Otávio (mtfks). (via mtfks)